sexta-feira, 07 agosto 2020
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

Justiça suspende contratação emergencial para substituir Sul Fluminense

05/12/2019 19:21:51

O juiz da 4ª Vara Cível de Volta Redonda, Roberto Henrique dos Reis, mandou suspender o chamamento público para contratação emergencial de uma empresa para substituir a Viação Sul Fluminense na operação de 29 linhas da cidade. O recebimento de propostas para o chamamento público seria nesta sexta-feira.

A ação foi movida pela Viação Santa Edwiges, de Barra do Piraí. A empresa é a mesma que entrou na justiça, também na 4a Vara Cível, para impedir a licitação definitiva das linhas. O juiz também acatou os argumentos na época e a decisão, posteriormente, foi revertida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio.

O prefeito Samuca Silva informou no início da noite que a Procuradoria Geral do Município já está tomando as medidas cabíveis para recorrer da decisão.

- Vamos recorrer para garantir o direito da população em ter um transporte de qualidade. Quem anda de ônibus em Volta Redonda sabe da má qualidade do serviço prestado. Estou do lado da população que mais precisa. Vemos todos dias pessoas perdendo horário no trabalho, consultas ou em veículos superlotados e com má qualidade. É isso que queremos mudar – comentou o prefeito.

Ele destacou que a contratação emergencial tinha um prazo de 180 dias para atuação da empresa. Isso porque o objetivo é realizar a licitação definitiva das 29 linhas operadas pela Sul Fluminense.

- O edital da licitação definitiva ainda segue em análise no Tribunal de Contas do Estado, que fez recomendações. Estamos realizando essas mudanças para fazer a primeira licitação de transporte coletivo da cidade. Um marco para Volta Redonda. Enquanto isso não acontece, estamos buscando realizar um contrato emergencial para que a população não sofra mais – completou.

Em maio deste ano, Samuca decretou caducidade da concessão da Sul Fluminense. O motivo foi o grande número de reclamação por parte dos usuários.

DEMISSÕES - Nesta quinta-feira, a Sul Fluminense emitiu um comunicado dirigido aos funcionários e à população informando que as demissões já se encerraram e que qualquer medida neste sentido, daqui para a a frente, "será pontual". Na quarta, um dos interventores da empresa, em entrevista exclusiva ao FOCO REGIONAL confirmou 250 dispensas na empresa, para enxugar a foilha de pagamento.

No comunicado desta quinta, a empresa disse que teve "um problema na escala" e que alguns funcionários não apareceram para trabalhar, com medo de serem demitidos. Com isso, surgiram reclamações de vários bairros sobre a falta de ônibus. 

 Atualizada às 20h17min

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

20:03 Saúde