domingo, 22 maio 2022
Fale Conosco | (24)3343-5229

Economia

CSN negocia compra de participação em startup israelense

25/01/2022 12:00:57

A CSN está negociando a compra de uma participação minoritária na H2Pro, startup israelense dona de uma tecnologia que promete baratear a produção em larga escala do hidrogênio verde. O investimento faz parte de uma rodada liderada pela Temasek e que teve a participação de diversos fundos, incluindo o Breakthrough Ventures, de Bill Gates, que já era investidor na companhia.

A informação é do site “Brazil Journal”. De acordo com a publicação, a CSN entrou na rodada, de US$ 75 milhões, por meio do CSN Ventures, confirmou Felipe Steinbruch, “head” da CSN Inova.

O hidrogênio verde é uma substância que pode ser usada para substituir os combustíveis fósseis em basicamente todos os seus usos, inclusive na produção do aço, o que motivou o interesse da siderúrgica brasileira. O custo de produção, no entanto, ainda é alto, inviabilizando sua utilização em larga escala – o que a empresa israelense, fundada em 2019, ainda tenta resolver.

A estimativa da startup é que em 2023 já esteja produzindo hidrogênio verde em larga escala e a um preço acessível. Se tudo der certo, a H2Pro conseguiria produzir o hidrogênio verde a US$ 1 por quilo – ou até menos –, cinco vezes menor que o custo médio de hoje. Isso seria especialmente importante para siderúrgicas como a CSN, porque permitiria acelerar seu processo de descarbonização. Hoje, o setor é um dos principais emissores de CO2 do mundo.

O hidrogênio verde poderá substituir, por exemplo, o carvão na produção de aço e de cimento – o que, no limite, permitiria à CSN se tornar “carbono zero”.

- Para chegar em ‘carbono zero’ precisaríamos de investimentos altos para adaptar todo o parque industrial – disse Felipe. “Mas já poderíamos usar o hidrogênio verde em vários processos que não precisam de investimento… Num queimador de cimento que usa carvão hoje, por exemplo, poderíamos introduzir o hidrogênio e reduzir as emissões em 15%, 20%. É um processo gradual”. (Foto: Arquivo)

Comentários via Facebook

(O Foco Regional não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

+ Lidas

Em foco

Notícias primeiro na sua mão

Primeiro cadastre seu celular ou email para receber as ultimas notícias.

Curta nossa fan page, receba todas as atualizações - Foco Regional

Tempo Real

15:48 Cidades